História, valores e património do Colégio da Rainha Santa Isabel contados em livro

“Façamos todos os esforços por aperfeiçoar a educação e levá-la ao grau de perfeição possível”, Ana Maria Javouhey, carta 113.

A orientação da fundadora da Congregação de São José de Cluny abre o livro “Sede do Vosso Tempo – Uma visão sobre a história, arquitetura e espaço escolar”, obra que mostra ao público os princípios, a história ou a missão enquanto escola católica do Colégio Rainha Santa Isabel (CRSI). A instituição, fundada há 123 anos, segue a pedagogia de Cluny, doutrina cujas conceções são proveniente de Ana Maria Javouhey, freira francesa nascida em Borgonha (viveu entre 1779 e 1851) .

A apresentação decorreu ontem à tarde, no Auditório Ana Maria Javouhey, instalação do CRSI. Com cerca de cinco dezenas de pessoas a assistir, a obra foi apresentada através de um vídeo temático, Obra foi apresentada no Auditório Maria Javouhey e preparada pelo designer gráfico e professor na instituição, Emanuel Dias.

A diretora do CRSI, a Irmã Maria da Glória Cordeiro, agradeceu o apoio do Grupo Sanfil Medicina, parceiro na publicação da obra. “As palavras são parcas para tanta gentileza. Estamos muito reconhecidos”, realçou. “Este é um trabalho de grupo. Representa uma unidade e a solidariedade do colégio. Representa também a função e a missão da escola”, frisou.

Na apresentação, por parte do Grupo Sanfil, estiveram Teresa Serpa Oliva e Miguel Dias. A responsável revelou alegria pelo livro agora publicado e que começou a ser pensado em 2016. “É um honra muito grande para nós associar-mo-nos a esta magnífica obra”, ressalvou. Também

Miguel Dias enalteceu o papel do CRSI. “A obra está espetacular. É um colégio que dignifica a sociedade de Coimbra. A Sanfil tem muito gosto em associa-se a esta publicação”, referiu.

Na cerimónia foi também celebrado um protocolo de colaboração entre o CRSI e o Grupo Sanfil Medicina. Funcionários, Irmãs, professores e alunos passam a usufruir de descontos na Casa de Saúde Sanfil.

“Sede do Vosso Tempo”, expressão utilizada por Ana Maria Javouhey para aconselhar as suas Irmãs no séc. XIX, conta com textos de Júlia Cristina Figueiredo. Emanuel Dias foi o responsável pelo design gráfico, com a direção a estar a cargo das Irmãs Maria da Esperança Sousa e Maria da Glória Cordeiro, de Artur Bessa e de Alexandra Sá Marques.

Noticia Diário as Beiras
Texto de Emanuel Pereira

Capa do Livro