Cultura do Rainha Santa inspira Plano das Artes

Modelo Secretário de Estado elogiou a forma como colégio de Coimbra trabalha as formas artísticas e admitiu que são referência para Plano Nacional das Artes

Notícia Diário de Coimbra 25 FEV 2019

Margarida Alvarinhas

O Colégio Rainha Santa Isabel tem «um projecto cultural muito interessante» que pode ser uma «referência» para todas as outras escolas e para o próprio Plano Nacional das Artes, cujas linhas orientadoras foram aprovadas há duas semanas em Conselho de Ministros. A afirmação foi feita este sábado pelo secretário de Estado da Educação, João Costa, durante uma visita ao colégio de Coimbra onde assistiu ao Sarau Cultural que deu por encerrada a Semana Cultural da instituição.
«O que está aqui é muito trabalho, muita reflexão», afirmou João Costa, no final de uma tarde verdadeiramente cultural, em que assistiu a demonstrações de canto, dança, ballet, ginástica, entre tantas outras formas artísticas que envolveram todos os alunos do colégio. «Sabem fazer coisas que nenhum de nós faz», afirmou ainda o governante, numa mensagem que foi directa aos alunos em que destacou, igualmente, o espírito de colaboração – porque «ninguém faz nada sozinho» – que deve estar sempre presente. «Crescemos mais quando colaboramos, crescemos menos quando competimos», alertou.
A visita deste sábado foi a terceira do secretário de Estado da Educação ao Colégio Rainha Santa, o que, não sendo inédito existirem tantas visitas ao mesmo estabelecimento de ensino, também não é vulgar. «Não conhecia a Irmã Glória, foi amor à primeira vista», confessou João Costa, admitindo que «tem sido um gosto aprender com a Irmã e a sua equipa».
O Plano Nacional das Artes visa a articulação de vários programas que têm estado avulso, apostando, segundo João Costa, na «ligação entre a educação e a cultura» e a «criação de públicos» para as artes. No Colégio Rainha Santa, as artes são uma aposta e uma referência para o Governo, mas o exemplo do colégio de Coimbra estende-se a outras áreas, como a flexibilização curricular e o perfil do aluno que João Costa também já tinha conhecido e tomado como referência nas visitas anteriores. «A educação é muito mais do que saber umas coisas de cor e escrever umas coisas certas que se esquecem no dia a seguir», afirmou.
Além do Sarau Cultural que envolveu todos os alunos em diversas formas artísticas, o Colégio Rainha Santa apresen- tou também este sábado uma mostra cultural composta por diversas exposições realizadas pelos alunos sob o mote “Constrói a Paz… Cuida do Mundo!”.